Tolerância

O conceito de tolerância é de tal forma ambíguo, que tresanda a intolerância. As coisas, as pessoas, os factos, ou se aceitam ou não. Se aceitamos, não toleramos. Se não aceitamos, não toleramos.

10 thoughts on “Tolerância

  1. Maite

    Caro Luís Eusébio

    Este seu thought é um tanto ou quanto ambíguo. Ora explica lá isso melhor.

    Tenha um excelente final de tarde

  2. PortoCroft

    Cara Maite,

    Acha? A mim parece-me claro como água cristalina. 😀

    Não saberia explicar-lhe. Se o tentasse fazer, revelar-me-ia intolerante consigo. 😆

    Um resto de dia feliz para si, também.

  3. Maite

    Caro Luís Eusébio
    Uma maneira airosa de fugir à questão 😆
    Mas quer ver que eu o percebi?
    Senão vejamos:
    Ao se falar de tolerância está implicito que um tolera e o outro é tolerado o que consequentemente quer dizer que um se posiciona numa posição de superioridade em relação ao outro o que significa que fica em cheque o próprio conceito de tolerância.

  4. PortoCroft

    Cara Maite,

    Evidentemente. Quando alguém se diz tolerante, coloca-se numa posição oblíqua.

    Cabecinha pensadora… 😆

  5. Cleo

    Se aceitamos, não toleramos. Se não aceitamos, não toleramos.
    Se aceitamos,…podemos compreender, respeitar. Se aceitamos, fazemos nosso o que não é nosso. Se toleramos podemos respitar e compreender mas podemos não aceitar. A tolerância é assim um bocadinho como a caridade. Duas coitadimnhas mais ao menso tudo mais ao mesnos nada. meio termo para não parecer mal.

    Agora se não aceitamos, nem sequer há tolerancias porque a frontalidade é tal que a tolerancia nem hipótese de se mostrar tem…Bem, eu acho que já parlapiei de mais.

  6. PortoCroft

    Cleo,

    “A tolerância é assim um bocadinho como a caridade…” Pois é. Isso mesmo. Uma caridadezinha… Quando oiço, sobretudo a políticos, afirmar que somos um povo tolerante, penso de mim para mim: “Pronto! Já borraste a pintura”. 😆

  7. Nick Anónimo

    Devia recatar-se sobre as páginas do fb em que comenta! Se é cavalheiro, fique-se pelas poesias e canções que se sabe muito bem para quem são. Ninguém anda a dormir. Pode é parecer!. mas envolver a 3ª pessoa é falta de respeito, consideração e cavalheirismo. Ou isso já é a Santíssima Trindade?! Se não, veja bem a figura que está a fazer e, mais importante, que pode levar outros a fazer. Se for cavalheiro, com certeza terá a nobreza de retirar este comentário. Não por si, mas por outro que merece ser preservado!. Haja algum decoro e juízo!

  8. PortoCroft

    Nick Anónimo,

    Contrariamente ao que sugere, nem apago nem, ao seu comentário, respondo mais do que isto:

    Feliz natal, com muitas prendinhas no sapatinho e que o próximo ano lhe traga, pelo menos, uma boa dose de conhaque, todos os dias, ao deitar. Ainda que não seja comparticipado pelo SNS, tem muitíssimo menos efeitos colaterais.

Comments are closed.